* Os Primeiros dias do Ano *

* Os Primeiros dias do Ano *

A vida é uma espiral: não anda para trás, nem se repete, não pára, não recomeça! Por vezes dá a ilusão que anda para trás e se repete, pois as nossas celebrações em “círculo vicioso” são invariáveis; por vezes parece que pára quando o peso da dor ou da desilusão é grande; por vezes parece que recomeça quando terminamos uma etapa e iniciamos outra… mas não! Quer se queira quer se não queira desde que nascemos que vamos nesta espiral que vai subindo para Deus: por isso que seja uma espiral de amor e de caminho para a perfeição, não seja de violência, de pecado e de maldição. Seja uma vida em que nos deixamos guiar para Deus.

Olhando esta quadra festiva do Natal, a pausa de aulas para os mais novos, a oportunidade de uma “saída” para as famílias, a mesa de jantar mais composta, vemos e percebemos que “isso” é bom. Mas ver as igrejas com imensos lugares vazios, as celebrações do aniversário de Jesus, do ano novo e reis com tão poucos “fiéis”… Que pensar?

Sobre o autor

Manuel Martins editor