Todos os artigos de em Manuel Martins

Sábado Santo

O Sábado Santo termina com a Vigília Pascal. Na nossa Comunidade Paroquial de Paranhos, cantámos Laudes às 10 h, na Igreja Matriz. Depois foi tempo para preparações e às 22 h, na Cripta começávamos a Vigília Pascal, com a bênção do lume novo. Foi uma belíssima celebração que terminou à meia noite com o convívio entre todos, saboreando o vinho fino da Pesqueira e o pão de ló.

Sexta-feira Santa

A nossa Sexta-feira Santa na Paróquia de Paranhos foi muito bem vivida e participada. A Igreja encheu para a Oração da manhã, as Laudes, cantadas, às 10 h; às 15 h, fizémos a Via Sacra com o texto da Irmã Eugenia Bonetti, preparada para a Via Sacra do Coliseu de Roma que é presidida pelo Papa; à tardinha, na Cripta tivemos as cerimónias da Paixão com a leitura do Evangelho de São João, lida pelos Acólitos, a Adoração da Cruz e a Comunhão; no final, fez-se a procissão com o Senhor morto que esteve à veneração dos fiéis e terminámos com as orações e cânticos para amentar as almas.

Evocação da Santa Ceia

Quinta feira santa: Instituição da Eucaristia, Instituição do Sacerdócio cristão e o Mandamento Novo. De manhã na missa crismal, na Sé os sacerdotes renovaram as suas promessas de ordenação e ouviram o bispo a falar dos quatro beijos: altar, Evangelho, Paz e cruz. À tarde na Cripta de Paranhos a Solene Eucaristia tão bela e tão bem solenizada pelo Canto Veríssimo, tão linda com a presença das crianças do 3º ano que tomaram parte na cerimónia do Lava-pés. Depois a Trasladação do Santíssimo e adoração até às 23 h.

Quinta-feira Santa

Em quinta-feira santa, na Sé os Sacerdotes com o Bispo renovam as promessas sacerdotais e são benzidos os óleos para os sacramentos. De tarde nas paróquias tem lugar a comemoração da Ceia do Senhor, na qual se celebram três mistérios: a instituição da Eucaristia, a instituição do Sacramento da Ordem e o Mandamento Novo. Em muitas paróquias repete-se a cena do Lava-pés e dá-se muita ênfase à Eucaristia que fica em adoração após trasladação. Entre nós as cerimónias têm início às 19,15 h, na Cripta e o lava-pés é com as crianças do 3º ano que se preparam para a 1ª Comunhão.

105 anos

Chama-se Maria de Jesus Lourenço e faz hoje, dia 17 de Abril de 2019, cento e cinco anos. A foto é actualíssima, de ontem dia 16 de Abril, feita pelo telemóvel Anda com dificuldade, pois tem dores nos ossos, mas lê muito bem, tem uma memória prodigiosa, e faz renda e malha. Junto ao sofá onde passa o tempo sentada, tem uma cadeira onde está o comando da tv, o telemóvel, o terço, um copo com água e… sei mais o quê. É de Alfândega da Fé e à largos anos é visitada pela Paróquia de Paranhos. O Ministro da Comunhão visita-a todos os dias para lhe dar o Senhor e rezar com ela; elementos da Conferência Vicentina visitam-na para lhe fazerem companhia e o Pároco vai confessá-la, visitá-la e aprender a rezar com ela.